Desapego forçado

Aí um dia você decide formatar o computador, passa todos os arquivos importantes para um HD externo mas, por um erro de atenção, esquece de repassar suas fotos para ele.

Sim. Isso aconteceu comigo. Perdi todas as minhas fotos.

Na hora em que bati o olho na pasta de fotos e ela estava vazia, eu senti meu coração parar por um milésimo de segundo. Quem me conhece sabe que adoro viajar e registrar todos os momentos e detalhes.

queimando-o-passado1

Fazem dois meses que isso aconteceu, eu consegui recuperar grande parte das fotos, embora tudo misturado, mas ainda me sinto de luto. Luto pela ordem cronológica e álbuns como estavam separadas, por viagens, por momentos vividos e que não voltam mais.

Entendo que no final as fotos são mais para mostrarmos aos outros do que para nós mesmos, uma vez que ninguém pode tirar de mim o que vivi e experienciei em cada viagem (a não ser o Alzheimer). Entretanto, me dói pensar que muita coisa se perdeu e que com o passar dos dias, dos meses, dos anos, eu vou acabar esquecendo os pequenos detalhes daqueles momentos que eu poderia recordar ao ver ocasionalmente o álbum de certa viagem.

Ainda não tive coragem de acabar de catalogar as fotos que consegui recuperar, talvez por medo de descobrir que logo a foto preferida daquela viagem, se perdeu para sempre.

Aliás, cabe ressaltar que estou escrevendo esse post-desabafo para ver se de uma vez por todas eu consigo enterrar esse assunto, afinal, como disse, ainda me dói saber que isso aconteceu.

Mas que venham novas viagens, novos momentos e novas fotos. Afinal, a vida é realmente feita de recomeços e novos ciclos. E nem um HD formatado pode mudar isso.