Santiago do Chile 2011

Desde que minha prima morou em Santiago, eu tinha vontade de ir até o Chile e conhecer essa cidade maravilhosa. Se Buenos Aires tem um ar europeu, Santiago já tem o ar de São Paulo, com suas peculiaridades e charme.

Grande parte da população chilena vive na região metropolitana de Santiago e – corrijam-me se eu estiver errado – não há favelas na cidade. Tudo é muito limpo, a vida cultural ferve e a noite é uma das melhores da América do Sul.

Estrada entre Mendoza e Santiago

A viagem de ônibus entre Mendoza e Santiago já é um atrativo por si só. Atravessar os Andes é algo único! As paisagens vão se alterando e o caminho, com suas curvas sinuosas torna tudo um encanto. Ficamos hospedados no Hostel Cienfuegos, numa região super central e próxima ao Palácio de La Moneda e estações de metrô.

Palacio de La Moneda

Santiago é uma cidade super organizada e os pontos turísticos são relativamente próximos uns aos outros. Os mais distantes são facilmente alcançados de metro. Por isso, planeje bem o seu roteiro: às vezes, o próximo ponto turístico pode estar mais perto do que se imagina.

Vista do Cerro de Santa Lúcia

Outro ponto importante de ser visitado em Santiago é o mercado Central, muito parecido com o Mercadão de São Paulo, onde é possível encontrar as frutas e os peixes típicos de cada região. Por falar nisso, a alimentação no Chile é algo à parte: a palta, um creme feito de abacate,  é usado em praticamente tudo; eles comem no café da manhã no pão com manteiga, junto com a salada, no sanduíche do Burger King, enfim, é uma preferência nacional. As porções também são bem servidas e eles possuem alguns pratos a lo pobre: grandes porções de carne à milanesa, com batata frita e ovos.

Gastronomia chilena: dieta não tem vez em uma viagem dessas

Aproveite a ida para Santiago para conhecer o Valle Nevado, Viña del Mar e Valparaíso. Como eu tive um período curto de estada, preferi fazer o passeio a Viña del Mar e Valparaíso, mesmo porque não era temporada de neve no Chile. São lugares fantásticos e para quem não teve a chance, é a oportunidade de colocar o pé no oceano Pacífico.

Viña del Mar

Essa excursão ainda reserva uma surpresa: é possível conhecer uma estátua trazida da Ilha de Páscoa, o Moai. Só existem três fora da ilha: uma em Viña del Mar, uma em Santiago e uma em algum museu ao qual não me lembro qual em outro lugar do mundo.

O Chile possui um ótimo custo benefício e para quem mora no Brasil, é um passeio possível e barato, se comparado a outros destinos internacionais.

Embarque nessa!